Porque não pesquisas tu o que precisas?

Fevereiro 8, 2009

Boa pergunta, não lhe parece? Às vezes ouvir “porque não pesquisas tu o que precisas?” é tudo o que necessitamos para perceber que é a nós que nos compete tomar acção. Ok, quase sempre.

O que a malta nem sempre percebe, sobretudo a malta informática, é que por vezes o que interessa é mesmo a interacção. Não se trata de pesquisar, porque existem múltiplas respostas, estas são subjectivas, pouco claras etc.. É mesmo uma opinião de amigo, encorajamento, uma cumplicidade.


Filtros levantados

Dezembro 29, 2008
estatisticas de site filtrado no google por popups

Estatísticas de site filtrado no Google possivelmente por popups

A propósito do site que foi tema deste artigo (popups com efeitos nefastos no posicionamento no Google.)


Va Gina!

Setembro 25, 2008

vagina


Linque “lobe”

Julho 5, 2008

Poderia começar a fazer disto o meu del.icio.us… ou talvez não. Algumas leituras para mais tarde rever🙂

Blogs e comentários

Outro fã de Monty Python (ou será do Terry Jones?)

5 sites de jogos antigos

Benefício fiscal para as energias renováveis

2 modelos de negócio simples

Quando menos se espera

Obrigado


Quando a esmola é muita…

Maio 26, 2008

É nestas alturas que dou graças por manter os meus pés bem assentes na terra, ou pelo menos esperar sempre pelo pior (e sim, sou um incorrigível optimista mas acredito que se contar com o pior ou com um resultado longe do óptimo é uma forma de mante a minha sanidade).

Depois de várias ofertas no ano passado chegam no mesmo dia convites para um livro e viagens + alojamento para uma palestra no Espírito Santo. Como não há bela sem senão o livro seria co-financiado por mim (não que a perspectiva me agradasse muito, para ser sincero) e o convite para a palestra assumia que eu estaria do outro lado do atlântico. Felizmente que perguntei logo, “sabe que eu não estou no Brasil?” Viagem transatlântica é cara, puxa vida🙂


SEO PT

Maio 18, 2008

Tarde e a más horas, ficam os meus agradecimentos em nome do Seo Pt:

@Rui do Tolnetwork
@Rui do Webmania, também pela hipérbole;)
@Bruno do Dissonância Cognitiva
@Mário do MuioMuio

Agradecimentos ainda ao Webvício e ao Kanhas por terem incluído o SEO PT nas suas resenhas semanais.

Espero que o projecto possa realmente ser útil a outros bloggers.


Moderar comentários, moderar comentadores

Maio 18, 2008

Nunca me agradou muito ver comentários moderados em blogs. A moderação é um empecilho à conversa no blog, e para mais dá um trabalho dos diabos. Não sendo nenhum anjinho inocente compreendo a sua necessidade em alguns casos, se bem que na maioria das vezes sejam desnecessários.
Uma solução mais prática e eficaz é aquela que eu uso no M B: moderar os comentadores. O primeiro comentário está sujeito a moderação, os seguintes que partilham a mesma combinação de nome e email (e possivelmente URL) são publicados imediatamente sem qualquer intermediação do administrador.

A solução escolhida tem-me dado conta da quase totalidade dos trolls. Houve um ou dois cujos comentários deixei passar mas esses não publicam sem a minha autorização: tenho na manga alguns truques que me permitem mantê-los na ordem. Um dia aconselhei um blogger a fazer o mesmo (com mais detalhes) e esta parte das instruções ele apagou do meu comentário. Não queria que os seus trolls o soubessem.

Tenho para mim que forçar o registo dos comentadores é normalmente uma má ideia. Tal só resulta com bloggers com uma grande audiência e que conversam com os seus leitores tanto nas entradas como nos comentários. E ainda assim tenho as minhas dúvidas. O Marco fê-lo e desejo-lhe boa sorte. Espero que não se arrependa e se o fizer não terá problemas em recuperar a participação dos seus leitores removendo esta norma.

Já agora, se vai para aqueles lados, não perca:

Como ser melhor nos blogues

Sete regras para escrever melhores postes


Vender Linux

Abril 26, 2008

Esta entrada estava em Rascunho no MB desde Agosto do ano passado. É fácil perceber porque nunca a publiquei… No entanto, a mensagem continua válida: Linux precisa de quem o queira vender, simplificar o processo de instalação e, sobretudo de instalação.

Esta é uma entrada totalmente off-topic, mas que faz sentido uma vez que <em>vivo</em> completamente rodeado por fãs do Linux por terra e por mar. Vou comprar um novo computador e estou indeciso entre comprar um Dell com XP oem ou comprar um PC sem SO para instalar Linux. Inclino-me para esta última por especial simpatia até porque já tive a oportunidade de apertar a mão do Linus*.<!–more–>

Primeiro um pouco sobre mim.
Sou muito pouco geek, apesar da <a href=”http://www.planetgeek.org&#8221; title=”planet geek” target=”_blank”>afiliação</a>. Sei instalar e gerir aplicações, usar as linhas de código necessárias em DOS, cumprir as tarefas segundo as instruções (mais do que 80% dos utilizadores de windows…) Programo.. um pouco, html, dou uns toques com php e css. Uso o Gimp e o  IrfanView, trabalho com o Openoffice e o NVU, Firefox, jEdit e uns quantos programas de analytics e SEO…

<strong> Os requisitos</strong>: o novo pc vai substituir este velho e lento  portátil Fujitsu-Siemens, já com três anos de idade. Pretendo utilizá-lo para acesso à internet, para desenvolver alguns projectos web, talvez instalar o php para facilitar o trabalho, utilizar um segundo monitor para correr aplicações multimédia simultaneamente.

Não preciso de ouvir que Linux é melhor, mais seguro,  mais eficiente, que bastam algumas alterações ao gnome (e que raio é o gnome?), mais livre… Sei tudo isso, sou ávido leitor dos planetas (cá vai um link para o <a href=”http://www.prt.sc&#8221; target=”_blank”>prt</a>) e do /. que sigo diariamente há vários anos.

O que eu preciso realmente é que me VENDAM linux. E desconfio que haverá muitos outros utilizadores de Windows prontos para dar o salto, se ao menos isto do <em>Linux não fosse uma ciência oculta</em>.

É algo que eu não vejo nos planetas ou artigos de revistas, talvez a culpa seja minha, mas de facto não encontro. Linux explicado às <em>utilizadores normais</em> que não vivem com dois pcs ou têm um curso de engenharia informática. Pessoas para as quais o PC é uma ferramenta que manejam com alguma destreza e não um fim em si mesmo ou uma questão de vida ou de morte.

Pessoas que não sabem o que acontecerá se começarem a instalar Linux (e não me venham  falar no dual boot) e se virem na contingência de instalar plugins, adaptadores, programas novos.

Como é que eu vou correr/ler/gravar pdfs, videos, cds, dvds, ficheiros de media, flash em linux? Qual a versão (flavour?) que devo instalar, porque é o ubuntu melhor que o fedora ou o suse, ou não?

Como instalo um anti-vírus? Eu sei, é uma pergunta de retórica…

Eu não duvido que existam funcionalidades e respostas para todas as perguntas que formulei. Mas o que eu preciso realmente é de um incentivo para avançar confiante para a instalação do linux. Preciso que me “vendam” Linux. Se o verbo não for demasiado forte…

*Estava a reinar🙂


Um ano de MB

Fevereiro 19, 2008

Obrigado


Sacar musica de CDs

Janeiro 21, 2008

Serviço público: como ripar CDs. Para aprender a sacar música de qualidade dos discos.


Mac credo

Janeiro 19, 2008

O Pedro diz o que precisava de ser dito sobre a Apple. Mas que saloiice pegada!
Só faltou dizer que a Apple tem práticas tão ou mais restritiva que a Microsoft.


Gripe

Janeiro 15, 2008

Chegou pela noite e não me deve deixar antes de quinta-feira. Gosto delAs, mas esta companhia dispensava.


Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.